PDF- Gestão da segurança -Regulamento Interno de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho - Administração. Higiene, Saúde e Segurança do Trabalho. Professor Rafael Ravazolo.

Saúde e Segurança do Trabalho Professor Rafael Ravazolo2 3 Administ...

Description

Administração

Higiene,

Saúde e Segurança do Trabalho

Professor Rafael Ravazolo

Administração Aula XX

HIGIENE,

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Higiene do Trabalho pode ser definida como sendo a ciência dedicada à antecipação,

e controle de fatores e riscos ambientais originados nos postos de trabalho e que podem causar enfermidade,

prejuízos para a saúde dos trabalhadores,

também tendo em vista o possível impacto nas comunidades vizinhas e no meio ambiente em geral.

Higiene no trabalho está relacionada com as condições ambientais de trabalho que assegurem a saúde física e mental das pessoas.

Os principais itens da higiene do trabalho são: 1.

Ambiente físico: iluminação,

Ambiente psicológico: relacionamentos humanos agradáveis,

gerência democrática e participativa,

eliminação de fontes de estresse,

Princípios de ergonomia: máquinas,

móveis,

instalações e ferramentas adequados às características humanas

ferramentas que reduzam a necessidade de esforço físico.

Saúde ocupacional: é o estado de bem estar físico,

e não meramente a ausência de doenças ou enfermidades (Organização Mundial da Saúde

- OMS).

Um programa de saúde ocupacional tem as seguintes etapas: •• Estabelecer um sistema de indicadores de saúde (afastamentos,

•• Desenvolvimento de sistemas de relatórios médicos

•• Criação de regras e procedimentos para prevenção médica

•• Recompensas aos gestores pela eficácia na administração da saúde ocupacional.

O trabalho é um dos elementos que mais interferem nas condições e na qualidade de vida humana e,

A existência de doenças ligadas à atividade produtiva já era reconhecida pela Organização Internacional do Trabalho desde o início do século XX e muitas das lutas travadas por direitos trabalhistas no último século estão ligadas a demandas dos trabalhadores por um ambiente de trabalho saudável.

Os principais problemas de saúde nas organizações envolvem: dependência química (álcool,

hábitos alimentares inadequados,

exposição a produtos perigosos e a ambientes insalubres.

Observação: o estresse não é necessariamente disfuncional.

Algumas pessoas trabalham bem sob pequena pressão e são mais produtivas e criativas em uma abordagem de cobrança de metas.

Fatores que geram danos à saúde Aspectos ligados à dimensão corporal e a movimentos do corpo Quando locais,

espaços e instrumentos não são adequados e não respeitam as necessidades físicas do trabalhador,

ou então quando trabalhos exigem força ou movimentos repetitivos.

São chamados riscos ergonômicos.

Ergonomia é a aplicação das ciências biológicas humanas em conjunto com os recursos e técnicas da engenharia para alcançar o ajustamento mútuo,

ideal entre o homem e o seu trabalho,

e cujos resultados se medem em termos de eficiência humana e bem-estar no trabalho.

Problemas ergonômicos podem gerar distúrbios psicológicos e fisiológicos que comprometem a produtividade,

doenças do aparelho digestivo (gastrite e úlcera),

•• LER / DORT – Lesão por Esforços Repetidos / Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho – a manutenção de posturas inadequadas e os movimentos repetidos de qualquer parte do corpo podem provocar lesões em tendões,

músculos e articulações.

Isso ocorre principalmente nos membros superiores,

resultando no declínio do desempenho profissional.

As vítimas mais comuns são os digitadores,

secretárias e trabalhadores de linhas de montagem.

Aspectos químicos,

físicos e biológicos Contato com substâncias químicas prejudiciais à saúde sem a devida proteção,

exposição a ruídos muito altos,

temperaturas extremas (muito altas ou muito baixas),

ou ainda a contaminação por fungos,

bactérias e vírus presentes no ambiente.

Tais fatores podem provocar efeitos tóxicos e prejudiciais à saúde,

desencadeando doenças agudas e crônicas,

tais como: •• Dermatoses ocupacionais – lesões que afligem a pele dos trabalhadores que durante suas atividades precisam entrar em contato com produtos e agentes que causam irritação e alergia,

mas não têm acesso à proteção adequada.

Comuns em indústrias e também no trabalho doméstico (por meio dos produtos de limpeza).

•• Intoxicação por metais pesados.

•• Asma ocupacional – acontece com trabalhadores que entram em contato com produtos químicos ou agentes biológicos que causam alergia ou irritação no aparelho respiratório.

•• Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR) – é a diminuição gradual da capacidade de ouvir em razão de uma longa exposição a ruídos sem a devida proteção.

A exposição repetida ao ruído excessivo pode levar,

à perda irreversível da audição.

Como sua instalação é lenta e progressiva,

a pessoa só se dá conta da deficiência quando as lesões já estão avançadas.

Administração – Higiene,

Saúde e Segurança do Trabalho – Prof.

Rafael Ravazolo

Nos casos de trabalhos realizados em locais onde há exposição a agentes que podem prejudicar a saúde,

a fornecer gratuitamente Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) adequados (como capacetes,

máscaras,

orientar e fiscalizar para que os trabalhadores utilizem corretamente estes equipamentos e adotar medidas que diminuam os riscos.

Além disso,

no caso de funções que são realizadas em condições que expõem o trabalhador a agentes nocivos à saúde acima dos limites tolerados,

o empregador deve pagar um adicional sobre o salário,

que pode ser o adicional de insalubridade ou adicional de periculosidade,

Aspectos mecânicos Máquinas,

ferramentas e demais equipamentos que não oferecem condições de manuseio ou de segurança adequada,

podendo causar acidentes de trabalho ou LER/DORT.

Acidentes de trabalho podem ser evitados com o uso de EPIs,

com a manutenção correta dos equipamentos e com a devida atenção a instruções e a protocolos de segurança.

Aspectos ligados ao planejamento e execução de tarefas Pressão muito grande da chefia,

ritmo de trabalho muito acelerado,

exigências irreais de produtividade,

proibição de ir ao banheiro,

falta de intervalos e pausas para descanso,

prejuízo das relações entre colegas de trabalho,

A combinação destes fatores pode levar as pessoas para muito além dos limites saudáveis,

provocando distúrbios psíquicos.

Podem ser sinais de distúrbios psíquicos relacionados ao trabalho: modificação do humor,

distúrbio do sono (falta ou excesso),

alcoolismo e falta ao trabalho.

Estes sinais podem vir acompanhados de sintomas físicos como: dores (de cabeça ou no corpo todo),

náuseas,

As tensões,

angústias e conflitos presentes no ambiente de trabalho sobrecarregam o corpo e podem levar também a acidentes e contribuir para agravar outras doenças profissionais.

A forma de evitar tais distúrbios é respeitar os próprios limites psíquicos.

Segurança no Trabalho É o conjunto de medidas de ordem técnica,

médica e psicológica utilizada para prevenir acidentes,

quer eliminando as condições inseguras do ambiente,

quer instruindo e convencendo as pessoas da implantação de práticas preventivas.

Acidentes Em todo acidente no trabalho estão presentes os seguintes elementos: 1.

Agente – objeto ou substância (a máquina,

etc.) diretamente relacionado com a lesão.,

Slides – Higiene,

Saúde e Segurança do Trabalho

Higiene,

Saúde e Segurança do Trabalho • Higiene no trabalho: condições ambientais de trabalho que assegurem a saúde física e mental das pessoas.

• Segurança no trabalho: conjunto de medidas de ordem técnica,

médica e psicológica utilizada para prevenir acidentes,

quer eliminando as condições inseguras do ambiente,

quer instruindo e convencendo as pessoas da implantação de práticas preventivas.

Higiene do Trabalho • Ambiente físico: iluminação,

• Ambiente psicológico: relacionamentos humanos agradáveis,

gerência democrática e participativa,

eliminação de fontes de estresse,

• Princípios de ergonomia: máquinas,

móveis,

instalações e ferramentas adequados às características humanas

ferramentas que reduzam a necessidade de esforço.

• Saúde ocupacional: é o estado de bem estar físico,

e não meramente a ausência de doenças ou enfermidades (OMS).

Administração – Higiene,

Saúde e Segurança do Trabalho – Prof.

Rafael Ravazolo

Higiene do Trabalho • Principais problemas de saúde nas organizações:

‒dependência química (álcool,

hábitos alimentares inadequados,

exposição a produtos perigosos e a ambientes insalubres.

o Obs.: o estresse não é necessariamente disfuncional.

Higiene do Trabalho • Fatores que geram danos à saúde:

‒Aspectos ligados à dimensão corporal o Riscos ergonômicos

físicos e biológicos o Riscos ambientais

‒Aspectos mecânicos ‒Aspectos ligados ao planejamento e execução de tarefas

Segurança no Trabalho • Segurança = medidas para prevenir acidentes.

• Elementos comuns em um acidente: ‒ Agente ‒ Parte do agente ‒ Condição insegura ‒ Tipo de acidente ‒ Ato inseguro ‒ Fator pessoal de insegurança

Segurança no Trabalho • Causas de acidentes:

‒Condições inseguras: condição física,

química ou mecânica existente no local ou equipamento.

‒Atos inseguros: pessoas violam procedimentos seguros.

• Eliminação das condições inseguras:

• Mapeamento de áreas de risco

Análise dos acidentes

Apoio da alta administração

• Redução dos atos inseguros:

• Processos de seleção de pessoal

Comunicação interna

Treinamento

Reforço positivo.